Flor encontrada no sertão do Brasil. Foto iap

PAULO E JESUS    

     “Quem são esses pobres e miseráveis acompanhantes deste Jesus? Farei com que desapareçam em poucos dias, e eu, Saulo de Tarso, serei recompensado por todos os ilustres sacerdotes, por salvar a pátria abençoada dos profetas”.

    "Saulo, Saulo! Por que me persegues? Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões." (Atos: 9-4 e 5).

     "Não deves nunca te esquecer da palavra sábia de Gamaliel, da sua advertência, onde a ponderação mostra como proceder. Lembra-te que a violência tumultua o coração do violento, deixando sua consciência em desespero. É de justiça e de dever das criaturas, observar as leis de Deus em todas as suas diretrizes, de modo a compreender a harmonia de tudo que Ele, o Senhor, fez.

     A tua prepotência destrói as tuas oportunidades de ser útil, e a vaidade te aumenta os sofrimentos. Queres hastear uma bandeira de ilusões em área que não te compete trabalhar. Deixa, Saulo, os mortos de entendimento sufocarem as aspirações que o progresso começa a despertar em seus corações. Quanto a ti, abre os olhos e vê a vida na plenitude do Amor. Eu te chamo para a vida, e deve escutar-me na graciosidade da alegria, da tolerância, do perdão e da fraternidade... Ser-te-ão dados todos os meios de libertação. Andas preso às modalidades terrenas, aos preceitos de homens que ainda dormem em relação à Verdade, que invocam Moisés nos seus festejos, nas suas orações, nos seus mandatos de sacerdotes; que erigem estátuas de pedra em seu louvor, mas nunca procuram compreender a missão do legislador hebreu e nunca quiseram observar com profundidade os mandamentos que foram ditados por ele, porque tais mandamentos são incômodos aos seus modos de  proceder.

     Estavas andando com cegos, e te pareces um deles, ages como eles,  e desta forma haverás de sofrer as consequências dos teus atos, para que a vida te possa mostrar outros caminhos excelentes.

     Não percas tempo, no tempo que passa, esquecendo o Bem, porque uma fração deste tempo, na altura que já conquistaste, representa milênios de angústias nas sombras que a invigilância te legará. Vieste à Terra não para seres comandado pelas ideias humanas, mas pela força divina. Em teu coração existem valores imortais, granjeados em outras épocas, e a tua consciência guarda tesouros incalculáveis, dependendo do rumo que tomares no encontro que ora se realiza.

     Eu sou a luz do mundo; eu sou o guia da humanidade; eu sou o pastor e as criaturas, as ovelhas; nenhuma delas se perderá, porque saberei conduzi-las para a paz, na paz de Deus. Uso de todos os meios que me são dados para acordar aqueles que deverão abrir os olhos para a luz do entendimento. Estás ansioso pela claridade; entretanto, trilhas por caminhos errados, e cada vez mais te empenhas com as trevas. As escrituras são portadoras de conceitos elevados, dependendo de quem as interprete, sem ideias preconcebidas. Estás influenciado pelo poder, pelo ganho, pela admiração dos outros. Queres ser alguém diante dos judeus, mostrando-te igualmente um bom romano.

     Estou te seguindo desde o princípio, deixando que a massa fermente na urdidura da tua inteligência. Nunca queiras, meu filho, colocar as ideias humanas, de interesse transitório,  no lugar dos valores espirituais,  que mostram  a  universalidade das  leis que regem e mantêm as criaturas iguais perante a Divindade. Todos somos filhos de Deus e irmãos uns dos outros, com os mesmos direitos e deveres. Deves te lembrar, novamente, de que se as coisas vêm de Deus, e que os homens não poderão modificá-las. Não podes apagar o Sol que, mantendo-se aceso, sustenta a vida, e é da vontade do Senhor que ele brilhe no céu. As tuas mãos são frágeis para interromper a vontade d'Aquele que é luz eterna, amor permanente e vida que gera vidas. É bom que me escutes, pois, somente escutando quem tem autoridade de falar e sabe guiar-te para o verdadeiro caminho da salvação, deixarás de perseguir homens que estão a serviço do Bem, em ministério de Amor.

     A tua cegueira te fará sofrer, e por isso mostrar-te-ei  que deves passar por mim, para que prepares o coração, despertando o entendimento. Os que chamas de ignorantes e simples homens da pesca, que me seguem e que dão a vida por mim, são estrelas acesas que vieram do céu e brilham na Terra. Deves procurá-los, para que possas aprender os melhores conceitos de amor, de honestidade e de fraternidade pura. Eles renunciaram à própria vida em favor dos que sofrem e choram, pelas maldades dos homens; eles entregaram tudo que possuíam, para libertarem os corações do apego e se tornarem livres das agressões da consciência                          

     O que procuras, Saulo, nunca encontrarás fora de ti. A felicidade é senda de dentro do coração, e a chave do começo é a prece, do modo que ensinei aos meus discípulos; depois, vem a decisão do bem, sem especular os que sofrem nos caminhos, adquirindo experiências. O que te  posso falar, deves ouvir com toda a tua capacidade de raciocínio. Não deves perder uma só das minhas palavras, pois elas são vida, vindas do nosso Pai Celestial. Desejo te dar a minha paz, mas desejo que   a mereças pelo suor e pelo esforço. Se queres saber, o roteiro da paz é o Calvário, que deves subir com a própria cruz nos ombros."

     - Quem és tu, Senhor?

     "Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Quais são as tuas forças, que podem impedir as forças de Deus? Seguir-me-ás pelos mesmos caminhos que eu posso passar? A tua ignorância te deprime, sufocando o que tens de bom; a tua oportunidade de crescer é agora; aproveita e acompanha-me, porque sei te mostrar os caminhos que deves trilhar. Esquece o teu passado e constrói o presente, mesmo que seja sangrando os pés nos caminhos da perseguição, na fome e na dor, nas prisões e nas talas dos que ignoram a Verdade. A tua vida, de agora em diante, será de sofrimentos, até o último dia da tua existência, onde provavelmente separar-te-ão a cabeça do corpo, para que os teus adversários fiquem livres das tuas ideias, que converterão e que prepararão quem irá te ouvir, para um mundo novo, sob a minha proteção.

     Renova teus ideais. A tua conduta deve ser mudada, pelo convite da Luz que te chama para Deus. És o vaso escolhido para a glória do Senhor, e me seguindo, muitas gerações seguir-te-ão, agradecendo-te pelo que fizer para a paz de todas elas.

     A minha voz é tua conhecida há muito tempo e por isso irás ouvir o que te falo; a tua vida será outra de agora em diante, e os sofrimentos marcar-te-ão os passos, como sendo o apóstolo da coragem em mim. Deverás conhecer a ti mesmo por meu intermédio, porque quando cresço no coração dos que me acompanham, eles se libertam de todos os males que porventura temem.  Eu sou a Vida  e  quem me segue nunca morrerá;  eu sou a Luz, e quem me segue não andará em trevas; eu sou a Paz e quem me segue desconhece guerras fratricidas e será sempre vitorioso, pelo Amor que a tudo domina e a tudo serve, que tudo faz para o bem-estar de todos.

     Certamente escutaste grandes lições, vestido com a linhagem dos doutores da lei, de pé e assentado no conforto que te competia, como escolhido e chamado pelo colégio dos rabinos. No entanto, a mais profunda das lições eu estou te dando no desconforto do corpo, para que possas  desligar-te do mesmo e estar diante de mim em espírito e verdade. Mais uma vez te digo: guarda o que ouves no mais profundo da alma, por serem valores eternos, sementes de Deus semeadas em teu mundo interno, que os frutos mais tarde matar-te-ão a fome, quando precisares de comer. A tua missão é grandiosa. Terás que andar muito. A tua boca não se pode fechar, porque a Boa Nova deverá fluir por ela, mesmo quando estiver sangrando, sob o impacto das taladas e das pedradas daqueles que desconhecem a Verdade. Não te deves esmorecer com os obstáculos, porque também criaste obstáculos para os que já me seguem; o que plantamos, colhemos. Deves confiar em Deus sobre todas as coisas, em mim e no próximo e, depois, nas tuas próprias forças, diuturnamente, porque se  muito  recebes, muito terás de dar. Se  saíres  daqui  convertido,  terás  de  provar essa conversão na própria vivência, porque os que nos ouvem somente acreditam em nós, quando falamos e damos o exemplo daquilo que pregamos; teoria e prática são duas forças que devem andar juntas.

      Saulo! Deixa que o homem novo nasça dentro do homem velho; constrói outro corpo para que a tua mente encontre outro campo de trabalho, na renovação dos teus costumes, dos teus pensamentos e da tua palavra. Sem confiar, como poderás prosseguir naquilo que ouves de mim? Espero que as minhas palavras não fiquem em vão e sejam, em teu coração, rumo para os teus pés e sugestões para a tua vida. É bom que te lembres de que eu sou a Vida, o Caminho e a Verdade. Quem me segue nunca perde a rota em direção a Deus. Eu sou aquele de que muito falaram os profetas; que os bons sacerdotes anunciaram; de que as escrituras disseram. Eu sou o filho de Deus em quem Ele confiou; eu sou a Misericórdia e vim abrandar a Justiça, representar o Amor de Deus, como Pai Amoroso; eu sou a expressão maior da Fraternidade, por isso eu sou o Perdão. Sei que os homens não são maus; eles apenas ignoram a Verdade e, por vezes, se colocam como perseguidores do meu rebanho.

     Darei aos que me seguem o poder de suportar as ofensas, sem ofender; o poder de amar, amando os que os odeiam; o poder de trabalhar todos os momentos, em favor dos que sofrem, dos idosos e das crianças, das viúvas, dos encarcerados, e mesmo dos que sofrem da doença da preguiça. Eu nunca me esqueci de ensinar aos meus discípulos, como de ensinar aos homens, a se libertarem de todos os entraves que possam ter, para que eles libertem a si mesmos, pelo trabalho que pode crescer em todas as direções, onde nascem todas as virtudes que geram a felicidade da alma. Somente tu, filho, deve acender a tua própria luz, pelo próprio esforço, sem esqueceres que tudo isso vem de Deus, passando por mim.

    Levanta-te e firma-te sobre os teus pés, porque por isto te apareci, para te constituir ministro e testemunha, tanto das coisas que viste, como daquelas que ainda verás.

     Mando que te levantes, pelo bem de tua própria vida. Os meus discípulos são filhos da ação  e  não perdem tempo em dúvidas,  por saberem  o  que  fazer  com  as suas próprias vidas. De agora em diante serás outro homem. Deves tirar essas vestes de doutor da lei, de nobreza; deves despir-te do orgulho de raça e de casta, livrar-te do egoísmo que te cegou ante as leis de Deus e comungar a simplicidade. Sê filho do amor mais puro, do modo que eu ensinei aos meus discípulos; não te embriagues com o vinho da prepotência; aprende a ser tolerante, sem conivência com o mal; aprende a perdoar, sem exigir perdão e a amar sem pedir amor; aprende a trabalhar para o teu próprio sustento, sem criticar aqueles que vivem explorando os outros. Não deves te descuidar de exigir de ti mesmo, de educar teus próprios impulsos de inferioridade, tendo a oração como força a sustentar teus ideais nobres.

     Devo te constituir ministro, procurando disseminar a mensagem de que fui portador, e deves trabalhar com todos os teus esforços, para que ela seja clara como o sol mais puro, brilhante como as estrelas, que seja água viva para os espíritos, e vestes para as almas. Faze da humanidade a tua família, mesmo que o coração dê sinal de desobediência neste sentido. Esquece tuas necessidades do amor egoísta e ama a todos com a mesma intensidade. Muitos te amam no plano do espírito, e te seguem com profundo carinho, sem que percebas.    

     Aquele que perseguiste até a morte do corpo será teu guia em todas as tuas lutas de redenção, te dará a mão por amor, para que tenhas fé  e não percas a coragem de passar pelo fio da espada, marcando a vida, como vida fecunda no exemplo de Amor. E o desrespeito das leis que forjaste, liquidar-te-ão nesta mesma existência, chegando aqui, como filho que ouviu o pai, preparado para dar sustentação àqueles que ficarem.

     Eu te aparecerei muitas outras vezes, quantas forem necessárias, para que não esmoreças nas trilhas que ora te indico, como sendo a Verdade para o teu coração. Deitaste como carrasco nesta areia do deserto, e irás levantar como homem que deseja renovar-se e sofrer pelo que fizeste sofrer. Quantas famílias desertaram, por temor à tua fúria, e que ainda sofrem separadas dos seus, pela tua ignorância de defender leis criadas pelos homens, que esqueceram o Amor e a Caridade?

     Desejo te falar com as forças que podes suportar, para que não caias em novas tentações. Decide-te a cumprir o teu dever, no que tange ao dever de um homem reto, na retidão que a fraternidade te mostra, pelos caminhos do bem. Não julgues a ninguém, pela fraca razão que possuis. Quando intentas disciplinar alguém, quando apedrejas um companheiro, ou dá ordens para tal, não reparas que as pedradas seriam bem mais justas em ti mesmo; quando apontas um simples cisco no olho do teu irmão e te esqueces de tirar a trave de tua visão, quando andas em belos cavalos, que a boa nutrição fez fortes, e chicoteias os prisioneiros descalços e atados em caudas de animais inquietos, esqueces a tua disciplina.

     Eu te mostrarei o quanto haverás de sofrer pelo meu nome, e somente dessa forma aprenderás a respeitar os direitos do próximo, convertendo os teus impulsos inferiores em valores espirituais, para sustentar a tua fé. Nunca percas a paciência de ensinar. A tua língua deve perder o poder de ferir; a tua vida deve ser um livro sagrado, de exemplos enriquecidos no Amor, na alegria pura e na tranquilidade, diante de todas as tempestades; os teus caminhos serão cheios de espinhos, e esses espinhos passarão para a tua própria carne.  E,  o  certo  é  que  não  reclames  nem  jogues  a  culpa  nos  outros  pelos  teus sofrimentos. Os teus pés irão provar o que os pés dos outros passaram, pelo tua incompreensão...

     Se desejas crescer, haverás de subir, e toda subida requer esforço próprio, onde o suor é fato natural e o sangue é necessário para o alívio das agressões. O mundo precisa de testemunhos e todos os meus discípulos deverão sofrer; essa é, pois, condição indispensável ao padrão evolutivo das criaturas, e essa necessidade avança nos milênios. É fato que existe o paraíso; não obstante, ele ainda está distante. Somente aparecerá quando as minhas palavras forem vividas por todas as criaturas da Terra, e mesmo dos Céus, confundindo os ideais de Amor e de Sabedoria, quando a maldade desaparecer de todos os corações, quando o amor for o clima de todos os povos, quando a fraternidade for o alimento de todos os homens. Eis porque devemos trabalhar para essa modificação.

     O maior objetivo da nossa doutrina é a transformação, fazendo nascer o homem novo dentro do homem velho. Esta repetição é necessária, para que não te esqueças deste esforço que deves fazer, para que eu fique dentro de ti para sempre, e aí possas me ouvir constantemente.

     Levanta-te e firma-te em teus pés, para que me ouças, frente a frente, e possas avaliar melhor o que te falo! Levanta-te e anda na direção que eu te indicar. Se desejas ser feliz, procura meios de os outros se esforçarem também para adquirir felicidade, porque o egoísmo te impedirá de conquistar a tua própria paz. Desperta do sono, porque a morte te responderá, se tampares os ouvidos ao que te falo. Eu sou a Vida, torno a dizer, e quem andar comigo nunca morrerá.

     Não queiras livrar-te do meu povo e dos gentios, para os quais eu te enviei, para abrir-lhes os olhos e convertê-los das trevas para a luz, e da potestade de Satanás para Deus, a fim de que recebam eles, remissão de pecados e herança, entre os que são santificados pela fé em mim.

     Saulo, meu filho, eu te envio em todas as direções, mas ser-te-ão dados todos os recursos, para falares em meu nome, acordando os que dormem e dando luz aos que se encontram em trevas. Deves dar o toque  de luz nas criaturas que sentirem sede de Justiça e maturidade para o Amor, mas somente poderás ser instrumento da reforma do homem, se te reformares; somente poderás ensinar às criaturas o amor, se amares como eu amei e amo a todos.

     É de regra divina que apontes os caminhos do perdão; no entanto, perdoa primeiro aos que te ofenderem e, por vezes te caluniarem. Se desejas que todos entendam o desprendimento dos bens terrenos, em favor dos que sofrem a falta de teto e a fome, a enfermidade e a perseguição, faças o mesmo, porque somente o exemplo vivo em teus passos confirmará o que pregares aos outros.

     A tua consciência é um mundo em que vigoram todas as leis de Deus, como se estivessem escritas em um livro, em que as páginas se sucedem ao infinito, pelo crescimento da tua personalidade. A vida se move em mistérios que o véu empana a visão dos homens, e vai se desfazendo com o perpassar do tempo. Eu estou te mostrando a senda da perfeição, onde deves receber o teu próprio esforço, para que ele se converta em luzes, nas bênçãos de Deus.

     Eu sou aquele que acompanha todo o seu rebanho desde o princípio, e ficarei junto a ele  até  a  consumação dos séculos;  eu desejo que a paz, a minha paz,  aquela que nunca esquece o trabalho ativo e nobre, te acompanhe; eu desejo que te renoves em todas as tuas atitudes, e que o sol de Deus comece a nascer em teu coração, iluminando a tua consciência, hoje e na eternidade afora. Se leste nos velhos pergaminhos que o homem deve viver pelo suor do rosto, eu te afirmo que as tuas mãos devem laborar para alimentar o próprio corpo, induzindo os outros a fazerem o mesmo. O trabalho honesto vem de Deus e é equilíbrio da alma em todos os planos da vida.

     Não deves pedir; deves dar, fornecendo o exemplo de independência, sem vaidade e sem egoísmo. O amor é gerador de todas as qualidades do Bem, quando a intenção for amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.

     O que falei ao mundo, as instruções que dei aos meus discípulos são suficientes para educar a humanidade e tornar a Terra um paraíso, onde todos possam se entender e viver em plena felicidade. Mas eu ainda voltarei quantas vezes forem necessárias, reforçando o que fiz e dei testemunho. Tenho variados meios de voltar à Terra e de fazer sentir aos homens que estou presente em suas vidas. E isso eu farei com alegria.

     Saulo, quando abrires os olhos, verás que estás cego, mas a cegueira será somente das coisas materiais, para que possas pensar e viver um pouco de tempo dentro de ti mesmo, meditando sobre o que deves fazer da tua própria vida. Eu te guiarei por todos os caminhos, desde que aceites os compromissos e te lembres deles para o que vieste fazer. Saíste para Damasco, com a intenção de matar, mas o destino mudou as tuas intenções, e deves dar vida, começando mesmo em Damasco, onde és conhecido.

     Ali, a tua prepotência, a tua vaidade e o teu egoísmo devem acabar. Deves despir-te da nobreza terrena, e tomar a túnica da humildade, pela direção do Amor verdadeiro, arrebanhando almas para o nosso redil. Os homens sofrem ignorância; entretanto, a Bondade Divina me enviou como sendo o Caminho da humanidade, e os meus discípulos são os meus agentes, para que as criaturas possam conhecer a Verdade e a Vida. Quem não passar por mim perderá a direção de Deus.

     Busquei-te envolvido no ódio e na vingança, para te mostrar a fraternidade e viver nela, repartindo os valores do coração com os famintos deste manjar espiritual. És o escolhido e o chamado para o Reino de Deus. Decide-te e segue-me, que a liberdade formará o céu na tua consciência, onde encontrarás Deus, eu e os anjos, a te mostrarmos a eternidade. Os homens foram feitos iguais, com liberdade, com poderes para interferir em seus destinos até certo ponto, e tudo o que fazem é transformado por Deus em lições de grandeza espiritual. O bem como o Senhor é lei divina na divina jornada de todos os seres.

     Eu te envio aos reis para dares testemunho de mim; eu te envio aos sacerdotes, para mostrares a eles os verdadeiros ensinos dos profetas; eu te envio aos doutos, porque junto a eles poderás falar-lhes com sabedoria, por seres um deles. Porém nunca te esqueças da humildade, do carinho, da benevolência, da alegria e do perdão, porque por esses processos ganharás a todos para o nosso rebanho. Quem ama, Saulo, vence todas as batalhas a que se propõe. Educa a ti mesmo, para que tenhas forças de ajudar os outros a investirem esforços na renovação dos seus instintos, acendendo luzes na escuridão interna.

     Meu filho amado!... Estarei contigo para sempre, mas não posso tirar a cruz que começaste  a  carregar  no  deserto da Terra até o deserto de ti mesmo. O teu Calvário vai ser longo e não podes desfalecer, porque o mestre ensina, porém, não pode assimilar as lições para o discípulo. A mãe oferta o seio para a criança, mas ela deve sugar o leite para o seu sustento. Deus nos dá o ar para respirarmos quando estamos na Terra, entretanto, nós temos de respirar se quisermos sustentar a vida do corpo. O esforço próprio é imprescindível, é a conquista que Deus deseja, é a nossa parte, e temos de fazê-la sob o sol escaldante da vida, em duros testemunhos, de maneira a mostrarmos aos outros a nossa firmeza no bem, a nossa honestidade para com aqueles que nos guiam.

     Alimenta a coragem em todas as tuas andanças, porque a tua vida na Terra, de agora em diante, vai ser sofrer, para viver bem na eternidade. Vai a Damasco, que bem sabes onde fica. Lá encontrarás o meu servo Ananias, que te imporá as mãos, devolvendo-te a visão, mas, usa dela para o bem comum da humanidade, porque até agora ela só viu o mal que não deveria ver. Mas, depois deste fato no deserto, a tua vista deverá se modificar: enxergarás todos os homens como irmãos, com os mesmos direitos e deveres ante a Paternidade Universal.

     Não deves seguir ideias de homens que ignoram a verdade. Busca, Saulo, nos momentos de silêncio, e mesmo nas tribulações, a Deus, pelos canais da oração. Aprende a orar, que estarei sempre conversando contigo. Chora quando o choro te ambientar com o Amor, e torna a chorar quando esse sentimento tiver a capacidade de despertar os outros para o Bem.

     Meu filho! Estás com a roupa suja, e deves lavá-la na água do tempo, com o sabão do esforço próprio, porque só entramos no Reino de Deus pelos canais da consciência, no asseio mostrado pelas luzes das estrelas.

     Segue e confia! Até breve!            (Espírito Shaolin - Médium João N. Maia - Obra: Jesus Voltando).

 

QUANDO  VOS  VIER  UM  PENSAMENTO,  PARA  JULGAR  DE  SEU  VALOR,  PERGUNTAI-VOS  SE  PODEIS  TORNÁ-LO  PÚBLICO  SEM  INCONVENIENTE  E  SE  NÃO  FARÁ  MAL .

 INÍCIO                                                                                                   PRÓXIMO